Invocando os corações de Jesus e Maria e tendo exortado a seus irmãos a concórdia, João Eudes morreu em 19 de agosto de 1680 aos 79 anos. Sobre a pedra do sepulcro se liam as ultimas palavras de seu epitáfio: “vivo piedosamente morro santamente” a opinião de sua santidade não se rompeu jamais, mas pelo contrário acreditava dia a dia.

Em 26 de fevereiro de 1874, o Papa Pio IX assinou a introdução de sua causa de venerável servo de Deus; em 06 de janeiro de 1903, o Papa Leão XIII, antes de dar a conhecer seu pensamento, se expressou assim: “Quando se trata de João Eudes, se trata de um prestíssimo homem, que pela santidade de sua vida se constituiu não somente em seu ilustre exemplo, mas o que ele fez perene serviço a humanidade e por seu ilustre zelo na salvação das almas...”.

Outros prodígios vieram a confirmar a fama de sua santidade: a oração da irmã Agustina Chassé, do Instituto de Nossa Senhora da Caridade, de Rennes, que padecia de um câncer no estômago. Igualmente, a irmã Lúcia se viu livre de uma múltipla paralisia originada por uma lesão orgânica cerebral-espinal. Finalmente, Luis Bourdon alcançou o prodígio havendo perdido por completo da vista, implora o patrocínio do servo de Deus e obteve a cura instantâneo e perfeição.Estes milagres fizeram com que Pio X, em 03 de maio de 1908 declarasse solenemente que “ existia certeza a respeito dos milagres propostos”. O terceiro Domingo do Advento deste ano publicou o decreto que afirmava: “com toda a seguridade podia proceder a solene beatificação do Servo de Deus João Eudes”. Esta se realizou em 25 de abril de 1909.

Dois milagres a mais seria a causa da elevação aos altares de João Eudes como santo da Igreja: o primeiro, a cura da irmã Juanna Batriz Londonõ, da congregação das Irmãs da Caridade da Apresentação de Tours, na cidade de Manizales ( Colômbia) da enfermidade de gastralgia, diabetes grave com complicações renais, nefrite, furunculose e abscessos.

O segundo ele obteve Buenaventura Romero, em Guasca, também território colombiano a quem é diagnosticado peritonite traumática e uma fratura no crânio e logo deve ter rezado com devoção a João Eudes e conseguiu se restabelecer. Uma vez aprovados os milagres, se fixa a data de canonização para o dia 31 de maio de 1925, Solenidade de Pentecostes.  


Para descargar todo el subsidio siga este enlace

Pour télécharger la totalité de l'aide sur ce lien

Para descarregar todo o subsídio siga este link

Siga este link para ver essas informações no nosso blog CJM News