A Missão Apostólica Eudista

http://portal.cjm.org:8089/images/mosaicoapostolque.JPGOs “Eudistas”, herdeiros de uma espiritualidade específica e fundados com um carisma particular, trabalhamos em comunidades apostólicas, ou seja, um grupo de Eudistas vivendo e servindo juntos em diversos frentes pastorais. Neste sentido o trabalho foi patrimônio começado por São João Eudes, o nosso fundador, e continuado por tantos irmãos. 


Cada obra, de maneira particular está chamada a ser uma escola de santidade onde se evidencia o desejo ardente e inesgotável pela formação, a evangelização, a promoção humana, a renovação espiritual, a caridade e a misericórdia, orientada por um importante ditado claro e pontual: “juntos para a missão” nos diversos cenários eclesiásticos, sociais e culturais.

As linhas práticas da missão encontram-se fixadas especificamente, nos seguintes itens:

1. Na formação dos pastores e as lideranças das comunidades, através de nosso serviço nos Seminários diocesanos, às casas de formação para nosso jovens estudantes Eudistas, as escolas leigas, a formação permanente e a produção de conhecimento, a predicação, eventos massivos de evangelização, bate-papos e palestras dirigidas a turmas específicas, retiros para o crescimento espiritual;

2. A evangelização como o anúncio do evangelho nas vidas e contextos particulares das pessoas; o trabalho nas paroquias, em nossos centros de ajuda e crescimento espiritual e serviço na mídia local;

3. A misericórdia refletida na labor na labor social, atenção das pessoas carentes, os órfãos, aos doentes, aos marginalizados e desamparados, a promoção social eficaz;

4. Mediante a mídia através de nossas rádios, a programação televisiva publicações na internet e principalmente nas redes sociais;

5. Projetos educacionais com especiais ênfases sociais, mediante nossos colégios liceus, faculdades e a educação virtualizada;

6. A espiritualidade Eudistas, patrimônio valioso, é a marca que forja identidade e nos diferencia das demais comunidades na Igreja e na sociedade, já que ela nos define como servidores do Evangelho e formadores de pastores e lideranças. Nós somos homens e mulheres crentes, dirigidos pelas diretrizes eclesiásticas, queremos propor uma vida cristã com jeito particular de ser pessoa e uma maneira específica de trabalhar, que conduz os esforços à transformação e muda as situações tanto pessoais quanto comunitárias;

7. A cultura vocacional projeto que já está caminhando através do centro de orientação vocacional aos jovens que procuram esclarecer suas dúvidas, e assim contribuir na renovação da Igreja e progresso da sociedade. Para isto, se desenvolveram processos de acompanhamento, retiros espirituais, visitas às famílias, propaganda e virtual visualizada através de nosso site, as redes sócias e o discernimento vocacional online.

Junto a todos nós se associam de maneira fraternal e desinteressada os leigos que recebem o nome de Eudistas associados e outros amigos, com o objetivo de viver o evangelho na vida concreta, nas situações específicas, desde suas necessidades particulares de nossos destinatários.

 

Tradução C. I. Rocherau