Quem são os Eudistas Associados?

Hoje a modalidade de associação desperta cada vez mais interesse entre os fieis leigos: “a Igreja do século XXI será dos leigos ou não será”, afirmou João Paulo II. Os leigos no seu compromisso eclesial, identificados com a inspiração de um http://portal.cjm.org:8089/images/image1.jpegmodelo que é acreditável, são os grandes laços que potenciam a missão de uma sociedade na vida apostólica, por exemplo, a de hoje. 

Os Eudistas, conscientes do importante trabalho que tem os leigos na missão apostólica, e os valiosos e criativos aportes que realizam desde seus diferentes campos de formação e serviço, seu entusiasmo, sua experiência, tem sido acolhida de maneira consciente e responsável, o compromisso dos leigos nas diferentes obras da Congregação estimula a criação e o fortalecimento dos novos caminhos da evangelização e do serviço à Igreja.

Esta experiência de vincular estrategicamente os leigos na vida Eudista está esclarecida desde as Constituições e o delegado de São João Eudes, quem trabalhou sempre com leigos forjando grandes amizades para a eternidade.

Os amigos, associados e colaboradores Eudistas somos homens e mulheres, jovens e adultos que nos descobrimos amados por Deus Pai, redimidos por Jesus Cristo e fortalecidos pelo Espirito Santo, nos reconhecemos chamados por Deus sair da zona cômoda que nos propõe o mundo, e encontramos melhor na CJM como um espaço e um caminho para:

  • Avançar em nossa fé cristã católica, participando ativamente na “escola da santidade” que propõe São João Eudes;
  • Ter uma espiritualidade sólida que dinamize nossa condição de pessoas no mundo e ligue nosso ser com o fogo que não se acaba jamais, com o amor eterno de Deus.
  • Compartilhar fraternalmente com outras pessoas que fortalecemos mutuamente como discípulos e missionários de Jesus Cristo, todo o qual nos enriquece integralmente, e contribui na criação de sentido nas nossa vidas puxando-nos a construir o reino de Deus nas diversas realidades nas quais vivemos.


Podemo-nos vincular à CJM através das comunidades locais:

  • Como os amigos dos Eudistas: com um vínculo fraternal que nos leva a compartilhar com liberdade os espaços de celebração, espiritualidade da missão;
  • Como associados Eudistas: com um vínculo jurídico, com compromisso e responsabilidades depreendidos das Constituições Eudistas e do Estatuto dos Associados, que brindam-nos identidade e o caráter, além de nos permitir ser membros da mesmas família, da qual somos responsáveis, solidários e fraternos, compartilhando segundo nossashttp://portal.cjm.org:8089/images/Asociados%20eudistas%20frica.jpg possibilidades a espiritualidade e fraternidade y a missão com os Eudistas;
  • Como colaboradores os Eudistas, através dos serviços voluntários ou empregatícios, nas casas e nas obras das províncias Eudistas; 


Sem deixar de ser o que nós somos, sem deixar de lado nossa própria vida familiar e Professional, temos a seguinte participação:

• Nos espaços de formação, mediante reuniões e cursos presenciais ou virtuais;
• Nos encontros espirituais, retiros e momentos de oração;
• Nas missões e ações apostólicas e evangelizadoras;
• Em reuniões nas quais nos comemoramos a vida comunitária;
• Nos projetos para garantir a viabilidade das obras.

Nas diferentes províncias Eudistas, os leigos que estamos comprometidos e inspirados pela Espiritualidade de São João Eudes, realizamos nosso projeto de vida cristã com vários jeitos e em vários campos comunitários e eclesiais:

images/image2.jpeg• No exercício da misericórdia, o compromisso pela justiça social, a equidade e a paz: no serviço aos pobres e na realização dos projetos e programas para promover o desenvolvimento integral das pessoas e das comunidades;

• Na ação evangelizadora explícita com o anúncio do Kerigma, para procurar a renovação da fé e da vida Cristã, com a força do Espírito Santo, no contexto do documento da Aparecida principalmente, de maneira pessoal e através das Midas atuais;

• Na ação pastoral paroquial, nos distintos serviços da vida nas paroquias Eudistas e segundo sejam os casos, de algumas dioceses nas quais não existem os Eudistas, mas sempre estamos nos projetos pastorais com um grande e profundo espírito Eudista;


• Na formação de bons obreiros do Evangelho, através das atividades de formação espiritual, bíblica, teológica e pastoral;

• O apoio às vocações sacerdotais Eudistas;

• No acompanhamento fraterno aos presbíteros Eudistas.

“A vida foi nos dada para amar, Servir y adorar” (Rafael García Herreros, Pe. Eudista) Os Eudistas incorporados nas diferenteshttp://portal.cjm.org:8089/images/migosss.jpeg províncias definem os espaços de participação, missões, retiros espirituais, grupos de oração, obra onde participam os leigos desde seus próprios contextos a viver a fraternidade, a espiritualidade e a missão desde suas comunidades Eudistas locais. Desde estas três categorias de vinculação com os leigos: “amigos, associados e colaboradores, se construíram a comunidade desde estruturas flexíveis, motivadores e inspiradoras, para serem escolas de santidade comprometida em fazer que Jesus Cristo vivesse e reine nela e no mundo inteiro”.

Os leigos que nos trabalham diferentes frentes (laborais e apostólicos) com os Eudistas somos reconhecidos e valorados como parte importante e portadores do ser e fazer a obra Eudista, nós sentimos o chamamento a servir à Igreja desde esta espiritualidade e fortalecer o vínculo laboral em perspectiva da fé, que faça uma diferencia positiva; os colaboradores das diferentes obras dos Eudistas aceitam e respeitam o carisma e a espiritualidade e recebem a formação desde esta visão cristã.

Sem formara um movimento apostólico, temos nossas próprias reuniões e momentos de organização, planejamento e fortalecimento de nosso ser agir, que podem atualizar o carisma Eudistas no mundo dos leigos, neste século XXI, “juntos para a missão”, exercendo a misericórdia, trabalhando pela formação de bons obreiros do Evangelho, para amar a Deus e fazer sua vontade com o coração generoso e ânimo decidido e servir a Cristo e a sua Igreja, em santidade e justiça, todos os dias de nossa vida.

http://portal.cjm.org:8089/images/Asociados%20Honduras.pngSin constituir un movimiento apostólico, tenemos nuestras propias reuniones y momentos de organización, planeación y fortalecimiento de nuestro ser y quehacer, para actualizar el carisma Eudista en el mundo laical, en este siglo XXI, “juntos para la misión”, ejerciendo la misericordia, trabajando por la formación de buenos obreros del Evangelio, para amar a Dios y hacer su voluntad con corazón generoso y ánimo decidido y servir a Cristo y a su Iglesia, en santidad y justicia, todos los días de nuestra vida.

“Vem cá e trabalhemos juntos que ainda temos vida para o serviço de nosso Mestre” (São João Eudes).

 

 

Quais são os requisitos para ser Eudista associado?

 

Para ser aceito como associado Eudista precisa-se de:

  • Ser apresentado por um associado, um incorporado ou outro membro da família Eudista;
  • Idade mínima: 18 anos;
  • Maturidade humana;http://portal.cjm.org:8089/images/asmigos.jpg
  • Juízo reto e sólidas qualidades morais e intelectuais;
  • Testemunha de vida cristã;
  • Atitude para a vida apostólica em comunidade; 
  • Para os candidatos casados, a aceitação é possível com a aceitação do seu casal;
  • Afeto sólido pela Congregação;
  • Disponibilidade para os compromissos apostólicos;
  • O cumprimento de um período de iniciação de pelo menos seis meses.


Quais são os compromissos de um Eudista Associado?

  • Aceitar à comunidade da CJM através de uma comunidade local como sua família espiritual;
  • Estudar e difundir a espiritualidade Eudista;
  • Trabalhar pelas vocações Eudistas;
  • Orar pelos incorporados e associados, vivos e defuntos;
  • Colaborar segundo o seu carisma e as possibilidades na obra Eudista, mas se não fosse possível, deve realizar outro apostolado eclesial com Espírito Eudista;
  • Participar nas festas Eudistas;
  • Participar nas reuniões mensais e encontros comunitários;
  • Colaborar financeiramente na vida do grupo
  • Criar seu próprio projeto pessoal de vida (PPV)
  • Elaborar su propio Proyecto Personal de Vida (PPV).

http://portal.cjm.org:8089/images/Asociados%20Repblica%20Dominicana%202.jpg

Você pode acessar nosso canal no youtube, que fala sobre a espiritualide Eudista. Saiba mais neste link...

 EAACE 2014

 

 Tradução C. I. Rochereau